sábado, 16 de julho de 2016

Cecilia - 3 anos

Cecilia,
Todo dia pode ser especial. Quando alguém te oferece ajuda sem nada em troca, é um dia especial. Se você conseguiu sorrir em um dia de dor, é um dia especial. Se você tomou chuva e achou graça disso, é um dia especial. Hoje é seu dia. Eu tenho que escolher as palavras mais alegres. As coloridas, as doces. Eu preciso espalhar confetes, usar reticencias infinitas, falar pausadamente a le gri a.
Que alegria!
Hoje comemoramos a sua chegada. Há três aninhos vc chegou em nossa vida, em nossa casinha apertada. Ela estava vazia sem o seu balé, sem o seu gesto voluntário de abraçar.
Filha, coração não parece coisa simples? Mas é. Sempre cabe mais. É como cantamos: cabe três vidas inteiras, cabe a gente. Há vagas. Cabe um recomeço e uma chance nova. Aprendemos a simplificar as coisas com a sua chegada. Aprendemos que existe outro jeito de ser mãe, pai, outro jeito de amar tão igual e as vezes tão diferente, porque amar você é experimentar tudo de novo, com vendas nos olhos e nos surpreender momento a momento. Obrigada pela nova chance que vc me dá de ouvir palavrinhas erradas, de outra vez poder reclamar por enxugar o chão molhado de suco, por ver alguém dando os primeiros passos, descobrindo nomes, cores e pela nova chance de ver olhinhos brilharem a cada novidade. Obrigada por me fazer lembrar nesse dia especial que seu pai chorou ao te ouvir chorar pela primeira vez naquela sala fria... Por me fazer recordar que foi ontem que vi sua irmã te olhar com um olhar calmo, terno, curioso. Eu sinto o cheiro daquele dia, eu tive tudo que precisava naquele dia.
Senhor, obrigada pela vida da Cecéu. Ela é nosso presentinho embrulhado em fita. Ela é nosso sorriso solto e descontraído. Amamos vc, florzinha!

Aperte o play que essa foi escolhida pra vc, filha. Um dia especial!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...