quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O primeiro ano do fundamental


Clarice começou o primeiro ano escolar. Entrou para uma escola grande, linda e com o coração e olhos tomados pela novidade. Disse que quer conhecer logo os novos amigos. Deu tchau e nem olhou pra trás! Lembrei daquele dia que tão pequena, pediu que eu ficasse com ela na salinha pra ela não chorar. E eu fiquei. Hoje nem precisou. Hoje quem precisa de abraço sou eu. Queria que ela ficasse comigo na salinha, pra eu nao chorar. Mas preciso ser forte. Preciso ver a alegria dela e encontrar mais alegria do que aquele sentimento agridoce na boca das mães. Preciso entender que existe um momento que não somos suficientes pra eles... O mundo é mais do que esse relacionamento familiar. Cresce, filha. Voe bem alto. Eu desejo que vc encontre pessoas maravilhosas em sua vidinha. Que vc seja boa amiga, responsável e estudiosa. Eu te quero sempre em paz. ❤️.
.
.
Ps: ontem tivemos reunião dos pais na escola. No final uma sensibilidade invadiu a classe, quando a professora nos lembrou que amanhã, nossos pequenos entrarão sozinhos numa escola enorme. Sem conhecer ninguém. Que estava começando uma fase linda. Que precisávamos como pais passar todo amor e valor desse momento. Disse que era para nós pais escrevermos um recado num postal que ela entregou a cada mãe, que ela iria ler para eles hoje. Ela nos deu 5 minutos e foi tempo suficiente para ouvirmos mães indecisas se escreviam ou enxugavam os olhos lacrimejados e emocionados. Imagino quantos filmes passaram na cabeça delas. Na minha, foi praticamente um longa metragem. Foi um momento especial! Enxuguei os olhos e escrevi isso para ela: 



27/01/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...