segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Nossa Ceia de Natal

Aqui em casa a gente ama o Natal. Contamos os dias para que ele chegasse. Contamos de modo especial com o calendário do advento e suas atividades. E enfim chegou a noite tão esperada. Tive a impressão que Clarice curtiu mais essa data esse ano. Talvez porque ela completou 5 anos. Cecilia amou os presentes, amou a árvore de Natal e algumas atividades do advento. Mas na Ceia ela participou muito pouco porque teve sono. Então deixei que ela dormisse. Sem problemas porque não adiantaria tê-la conosco acordada, porém enjoadinha com o sono. 

Esse ano recebemos meus pais para o Natal e eles estarão conosco também no ano novo. Foi muito bom preparar a Ceia para mais gente e todos os preparativos são cansativos, mas eu faria tudo, tudo absolutamente igual e de novo.

Escolhi um cardápio simples e saboroso. Comidas que gostamos e já sabia preparar, porque na Ceia de natal não é momento de testar receita, pelo menos eu não arrisco. Rs 

Assei um chester que temperei com suco de pêssego. Ficou delicioso. Acompanhou farofa natalina (com linguicinha, cebolas, batata palha e uvas passas). Arroz branco e batatas coradas na manteiga com queijo parmesão ralado na hora, alecrim fresco e peito de peru.

Para sobremesa, fiz pavê de panetone com mousse de chocolate, pudim de pão que o marido ama e tinha sorvete e frutas frescas que não podem faltar. 

As bebidas... Bem para nós, o Natal combina perfeitamente com chanpagne. Suco para as crianças.

Sobre a decoração... Ela foi totalmente homemade. Tão eu. E achei que ficou bem bonito. Usei minhas louças e dei uma cara de festa usando taças, velas, guardanapos de tecido e muito amor envolvido. 

Algumas fotos dessa noite preparada com muito carinho. Foi muito bom celebrar o nascimento de Cristo com pessoas especiais. 





















terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Para dizer obrigada!

Clarice,
A vida é um ciclo. Termina a semana, termina o mês, termina o ano. Fechamos ciclos para abrir novas fases que trarão mais desafios, mais apredizado e com tudo isso, filha... A gente cresce. O tempo nos mostra com a experiência de cada fase que crescemos. Olhar pra trás pode nos acender uma saudade muito grande, de amigos, de professores, de porteiros... De todos aqueles que participam da nossa vida, todos os dias do ano. Olhar pra trás nos faz valorizar a nossa história, faz a gente reviver sorrisos, amigos, dificuldades. Quando fechamos um ciclo, às vezes não sabemos o que vem no próximo. Porque a vida é uma surpresa, das boas e das nem tão boas assim. Mas é preciso dizer obrigado. Primeiro a Deus. O autor dos nossos dias. Depois a professores que passaram pela sua vidinha, te ensinando todos os dias algo novo. É preciso dizer obrigado a porteiros como o tio Daniel que todos os dias (digo, todos os dias) abriu a porta do carro e da escola com um sorriso e com um bom humor irradiante. Certamente ele sempre alegrava sua entrada e saída na escola, deixando a mamãe aqui mais feliz por encontrar pessoas assim para conviver com você. Pessoas passam por nossa vida e deixam um pouco delas em nós. Deixamos um pouco do que somos nas pessoas que convivem com a gente também. Que seus amiguinhos possam encontrar muitas Clarices pelo caminho. Que vc encontre muitas e muitas Sofias, Isabelas, Théos, Marjories, Biancas, Mirellas, Gustavos que tanto te alegraram na escola. É preciso dizer obrigada, filha. Ano que vem o voo é mais alto. É só bater as asas, filha. Vc já sabe! 

Lembrancinhas de fim de ano para professores e funcionários da escola da Clarice.
Foi um feliz achado esses porta guardanapos em forma de pinheiro de Natal! 

Acompanhou muffins de cenoura que Clarice e eu fizemos juntas. 


terça-feira, 8 de dezembro de 2015

As velas do advento

Nosso calendário do advento tem seguido. Todos os dias com uma atividade para realizar com as crianças e a história do nascimento de Cristo sendo contada aos poucos. Elas já conhecem toda a história, mas estamos fazendo assim aqui em casa para que todos os dias possamos ler junto com elas a história do nascimento de Jesus. 

Todo domingo do advento estamos seguindo a tradição de acender uma vela. Essa tradição tem apenas a intenção de contar de modo especial os domingos que antecedem o Natal. Essa parte é feita com supervisão e não deixo as crianças perto do fogo e nem deixo as velas acesas o domingo todo porque assim não corro o risco de acontecer algum acidente. 
Aqui em casa, fiz de modo simples usando um pires vermelhinho com 4 velas e uma pinha enfeitando o centro dele. Um jeito bonitinho de não deixar passar em branco. As atividades dos domingos do advento são ir à Igreja porque somos protestantes. Segue as fotos dos domingos até agora. Já foram três!

Criar tradição leva parte do nosso tempo e dedicação. É criar memórias. É esperar uma surpresa nova  sempre que fazemos a mesma coisa. Estamos amando esse tempo e essa contagem especial enquanto esperamos o natal. 

O calendário prontinho! Apaixonada nele.

A guirlanda que fiz para colocar acima do calendário. Fiz com pedaços de retalhos, um aro e muita paciência, sem pressa. Amei tanto o resultado!


O primeiro domingo do advento.



O segundo domingo do advento.


Terceiro domingo do Advento.


Esse post será editado para colocar as outras fotos que ainda virão. <3


quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Nossa árvore de Natal

Sobre luzinhas, bolas, risos, amor, enfeites e estrela. Sobre rituais familiares que valem a pena. Sobre irmãs que competiram para ver quem colocava mais bolas de Natal. Sobre um dia especial para elas, singelo pra mim. Sobre compartilhar um pouco do que vai para nosso álbum de família. 

Começo esse post com poucas palavras, porque tem imagens que falam por si. 


































segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Calendário do Advento DIY



Antes do faça você mesmo, vamos saber um pouco de história?

O Calendário do Advento vem dos cristãos Luteranos alemães, que, até o começo do século XIX faziam a contagem regressiva para o dia da Véspera de Natal.
Frequentemente, a contagem era feita com um simples risco de giz na porta a cada dia, começando em primeiro de dezembro. Algumas famílias tinham meios mais elaborados de realizar a contagem como ler as passagens do nascimento de Cristo no Evangelho segundo Mateus. 
O primeiro calendário do Advento conhecido foi manufaturado em 1851. De acordo com Austrian Landesmuseum, o primeiro calendário do Advento impresso foi produzido em Hamburgo em 1902 ou 1903. Outras fontes defendem que o pároco Gerhard Lang foi responsável pelo primeiro calendário impresso em 1908.
Depois de todo esse contexto, voltemos ao século XXI onde calendários do advento são fabricados e vendidos de muitas maneiras. O que me motivou a criar o meu próprio, é a falta da noção do tempo que as crianças têm. Minha filha de 5 anos quase todos os dias pergunta quantos dias faltam para o Natal. Com a contagem regressiva visual, é possível que a ansiedade diminua e ainda pode se tornar um momento didático em família, quando todos os dias, antes de dormir, por exemplo, podemos contar gradativamente a história do nascimento de Cristo, a história do Natal. 
Minha segunda motivação é instituir alguns rituais em família nessas datas importantes. Meu marido e eu amamos esse tipo de coisa, e vemos no calendário do advento, algo que pode ser facilmente instituído todos os anos, de maneiras criativas e com a participação de todos nós. 
Agora vamos ao passo a passo bem simples. 
Você vai precisar de: fita adesiva, papel e caneta, 25 saquinhos de papel, enfeites como sianinhas, fitinhas, whashi tapes, pedacinhos de tecido, feltro, ou o que sua imaginação quiser criar.
Minha sugestão é que vc prepare, minuciosamente, os trechos da história do nascimento de Cristo. Eu peguei a versão do Evangelho segundo Lucas, porque acho que Lucas conta a história com mais detalhes e mais emoção que os outros evangelhos. Enumere os trechos, recorte-os e ponha dentro dos saquinhos de papel. Cuidado para não se perder, enumere com um lápis para que vc consiga se organizar e não se perder na ordem da história. 

Dobre os saquinhos em formato de casinha. Prenda com uma fita adesiva. Esse será o verso da casinha.

Depois vem a parte mais legal que é enfeitar as casinhas. 
Use sua imaginação e os materiais que vc quiser. Convide seus filhos para participar! Eles podem desenhar, ajudar a colar e enfeitar. Na casinha do dia 25 de dezembro eu imprimi em preto e branco o presépio. É a casinha mais linda e que dentro dela conta a história mais linda, o nascimento do meu Senhor!

Se você quiser, pode deixar dentro de uma caixinha, na cabeceira da cama do seu filho (a).  Mas eu prefiro deixar em varalzinho porque eu sou muito fã! 

Desmaiável de lindo! 








domingo, 8 de novembro de 2015

Onde eu flor inspira o Natal

O Natal está chegando... Gosto de preparar a casa aos poucos. Um enfeite hoje, outro amanhã. É assim que percebemos que a data se aproxima, até chegar dezembro, quando gosto de ver tudo pronto. Seria muito mais fácil ir até as lojas americanas e comprar tudo prontinho lá. Não digo que não compro nada porque seria mentira. Gosto e acho lindos os enfeites que vendem nas lojas e até compro alguns. Mas eu não seria eu se não fizesse algo, se não planejasse ou pesquisasse novidades daquelas que podemos fazer em casa.

Eu planejo, pesquiso, organizo e por fim, decido o que fazer. Gosto desse passo a passo. Gosto da expectativa, de dedicar tempo e realizar. É talvez por isso que tenho um blog. Esse ano estava muito inclinada a fazer essas bolas de natal com enfeites musicais. Cheguei a postar minha vontade de fazer, porque acho lindas, simples e tem tudo a ver com o Natal. 

Foto pinterest


Mas quando vi que eu poderia fazer uma combinação perfeita de azul com vermelho, pronto! Ficou decidido! Nosso Natal será azul and vermelho! 
Então pra não comprar mais bolas de Natal que tenho aos montes aqui em casa, vi que poderia reciclar e reciclar também os sinos e laços... esses enfeitinhos que é possível que você também tenha aos montes em casa. 

Segue o que você vai precisar:

Cola quente e tesoura
Tecido de sua preferência cortado em formato quadrado
Fita para amarrar
Enfeite para o acabamento (sino ou laço)
Uma bola de Natal que vc já enjoou dela... rs

Envolva a bola de natal no tecido e amarre.

Com a cola quente, cole o sino no arremate da fita, dando o acabamento final. Se preferir cole um desses lacinhos que enfeitam árvores de natal. Dê um novo uso a ele.

Prontinho. Bolas de Natal renovadas e lindas para dar mais encanto a sua árvore de Natal. E vai ser bem difícil encontrar uma igual a sua. Quando minha árvore estiver montada, vai ter mais foto aqui nesse post. 

Beijos e até lá! 





quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Pra Cecilia


Minha flor, minha cor, minha cara! Sol do dia! Nuvem branca sem sardas. Não sei se o mundo é bom, mas ele está melhor, desde que vc chegou e perguntou: tem lugar pra mim? Cecilia explicou o mundo pra mim.  Esse é um trecho de uma música chamada Espatódia cantada por Nando Reis. Sempre que escuto essa música linda, lembro de Cecilia tão bebê com poucos dias de vida. E lembro de como eu, mãe de segunda viagem, quando grávida, tinha medo de não amá-la como amo a Clarice. Medo mais bobo esse...E ouço essa música e é impossível eu não chorar e dizer o que diz na música: 
"meu mundo não teria razão se não fosse a Cecilia. Obrigada por vc existir, minha flor, cor de pólen! Essa é nossa música pra sempre!




Minha cor
Minha flor
Minha cara

Quarta estrela
Letras, três
Uma estrada

Não sei se o mundo é bom
Mas ele ficou melhor
Quando você chegou
E perguntou
Tem lugar pra mim?

Espatódea
Gineceu
Cor de pólen

Sol do dia
Nuvem branca
Sem sardas

Não sei quanto o mundo é bom
Mas ele está melhor
Desde que você chegou
E explicou o mundo pra mim

Não sei se esse mundo está são
Mas pro mundo que eu vim já não era
Meu mundo não teria razão
Se não fosse a Zoé

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Geleia caseira de abacaxi

Sou daquelas que toma café expresso sem açúcar. Talvez por isso que eu goste tanto de geleia. Acho que super combina o café amargo mais o doce na medida de uma torrada com geleia. Já faz algum tempo que comecei a preparar minhas próprias geleias usando apenas frutas e um pouquinho de açúcar orgânico. Geleia caseira é vida! E é super tranquilo preparar em casa.

Essa semana a escolhida foi de abacaxi. 


Você vai precisar de:
Meio abacaxi pérola madurinho e picadinho em cubos pequenos;
Meia xícara de açúcar orgânico ou açúcar comum mesmo. 

Coloque numa panela e acrescente o açúcar. Não coloque água. Cozinhe em fogo médio e mexa sempre, até secar a água que solta do abacaxi. Quando esfriar, amasse bem com o garfo... Eu faço assim pq gosto de sentir alguns pedacinhos da fruta na geleia. Coloca num potinho e pronto. Como não tem conservantes, mantenha na geladeira por até 15 dias.

:)

sábado, 17 de outubro de 2015

Aos professores que dão asas...

Essa semana comemoramos o dia dos professores. Eu estava sem nenhuma ideia do que fazer para a professora da Clarice. Então minha amiga Vania me ligou para trocarmos ideia sobre isso. E eu não tinha nada em mente ainda. Foi quando ela disse que tinha desistido de fazer uma lembrancinha Homemade com potes de geleias. Fiquei com isso na cabeça. E pensei que já ia ter que sair pra comprar alguma coisa pra professora... 

Foi então que na segunda feira, abri o armário de ferramentas do marido. E vi lá minha lata de tinta lousa. E foi uma luz. 


Peguei um vidro desses maiores de azeitonas, esterilizei com água quente. Pintei a tampa e a frente com tinta lousa. Escrevi com giz "Ao mestre com amor". Amarrei uma fitinha pra fazer uma graça. Dentro coloquei cocadinhas de doce de leite. 




Junto foi uma mensagem de Rubem Alves que li semana passada quando estava estudando Procedimentos de Ensino: "Professores que dão asas não amam pássaros engaiolados. Que eles amam são pássaros em voo. Existem para dar aos pássaros coragem para voar. Ensinar o voo, isso eles não podem fazer, porque o voo já nasce dentro dos pássaros. O voo não pode ser ensinado, só pode ser encorajado".


segunda-feira, 12 de outubro de 2015

O mais importante é a brincadeira

Clarice e Cecília,
A brincadeira é mais importante. A brincadeira é capaz de construir amizades sólidas. A brincadeira fica guardada num lugar especial da nossa memória, pra a gente lembrar e sorrir quando somos adultos. Algumas serão tão importantes que vamos lembrar delas pra sempre. Vamos lembrar de sorrisos, de amigos, de lugares. A brincadeira tem mais valor. E olha... nem precisamos parcelar no cartão. Ela é livre como vocês. Livre como a imaginação. Drummond disse: "(...) Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas”... Eu olho pra essa foto de vocês duas e vejo essa tal névoa de borboletas... Brincar é poesia. Descobrimos um quintal dentro da gente! 


sábado, 10 de outubro de 2015

Dia de teatro

Hoje fomos aproveitar o dia do jeito que a gente mais gosta: juntos. Fomos ao Centro Cultural dos Correios aqui em São Paulo. É um prédio histórico lindo que começou a ser construído em 1919. Com uma arquitetura incrível, tornou-se imponente ali na praça Pedro Lessa, que ficou mais conhecida como a "Praça dos Correios".






No caminho passamos pela Avenida São João e não resisti, fiz essa foto.
Esquina da Av. São João com Líbero Badaró. <3



Enquanto esperávamos o horário do Teatro começar, Clarice conheceu uma amiga e puderam desenhar juntas com os lápis e papéis que haviam disponíveis para as crianças.



O teatro conta a história de uma Rainha Entediada do livro infantil "A Rainha entediada" - com um texto maravilhoso, que além de educativo, aproxima as crianças da arte.  
Cecilia cativante e a atriz cativante! 




Ao final, todas as crianças ganharam o livro que foi entregue pela própria autora Renata Sunega.
Na oportunidade, pedimos a ela que autografasse para nós o livro. Ela fez com muita simpatia.



Tanto o teatro, quanto o livro para as crianças foram gratuitos. Sem filas, o que é quase inimaginável em São Paulo. Minha sugestão para os pais que querem fugir um pouco do consumismo, que querem tentar o equilíbrio, que frequentem esses lugares. Pesquisem na internet e vocês encontrarão muitas atividades culturais, educativas, divertidas para seus filhos. Os Sesc's proporcionam muito dessas atividades. Na foto acima, foi pra eu lembrar como aquele dia estava quente e bonito em São Paulo. Um registro feito com meu celular, mostra o que vi quando saí do prédio dos Correios. Eu vi mais prédios. Quanta história tem aí! 






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...