sexta-feira, 6 de junho de 2014

Primeiros passos

Cecilia,

Eu não programava vir aqui hoje.
Só que hoje, exatamente hoje, você deu seus primeiros passos sozinha.
Eu estava sentada no chão brincando com você.
Ao se levantar, você caminhou alguns passos em minha direção, sem segurar, cambaleante.
Sua mãe ficou emocionada ao te ver ensaiando seus primeiros passos sozinha.
Sua mãe ri a toa, Cecilia.
E por rir à toa, achou que não teria cabimento não sorrir ao te ver andar.
Como não?
Você caminhou em minha direção com um sorriso encantador nos lábios.
Eu queria tanto não esquecer aquele sorriso, aquele seu caminhar cambaleante.
A vida é assim, filha.
Um passo e não estamos mais no mesmo lugar.
Um passo e tudo pode mudar de direção, de horizonte.
É por medo de esquecer que venho aqui escrever pra você.
Porque se eu um dia esquecer desse dia, posso vir aqui e ler
O quanto ele foi lindo pra mim.
Lindo pra você.
Eu já posso te ver correndo em gramas verdes;
Em dias de sol.
Eu pude te amparar. Pude segurar suas mãos pequenas.
Sempre vou te amparar.
Seja em seu primeiro passo;
Seja na vida inteira.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...