domingo, 11 de agosto de 2013

Em um mês

Cecilia,


As vezes penso que tudo isso, não passa de um sonho bom. Me belisca!
Você está aqui, há um mês, é palpável!
Que bom! Você está aqui, filha. Está dormindo docemente e quem sabe sonhando com um lugar quentinho que você viveu 9 meses.
Você nos completou.
E completou um mês de existência fora da barriga da mamãe. Por isso vim aqui te dizer algumas palavras.
A mamãe já tinha passado por isso, porque já tinha feito escola com sua irmã. E na escola da Clarice em que fico em tempo integral, aprendi que em um mês, somos capazes de amar perdidamente e incondicionalmente.
Em um mês!
Puxa, mas não é cedo para sentir tudo isso, amor é coisa séria, não é?!
Amor é coisa séria, com amor não se brinca.
Não, não é cedo para dizer.
Você transformou toda essa pequena família.
Transformou em número. De três, agora somos quatro.
Você trouxe o amor fraterno para esse lar.
Clarice e Cecilia, irmãs.
Vocês têm sorte de terem uma à outra.
E transformou a vida, o cotidiano, o tempo, as atenções.
Sou capaz de dizer que é pra sempre.
E pra sempre entre pai, mãe e filha, nunca acaba.
Você está aqui, há um mês, é de verdade!
Que bom! Você está aqui.
Você nos completou.
Clarice precisava de você, filha.
Parabéns pelo seu primeiro mês de vida.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...