quarta-feira, 30 de junho de 2010

Nasce Clarice, nasce a mãe, nasce o pai.

Nascemos juntos, filha. Você, eu e seu pai!
Nesta quarta-feira comum, dia 30 de junho de 2010, às 10:17 da manhã, nasceu, também o dia mais importante da minha vida, da vida do seu pai. E todos os 30 de junhos daqui pra frente, serão dias festivos, dia de lembrarmos tudo de novo a alegria e emoção que vivemos hoje.
Nasceu o amor que não se mede por nenhum instrumento fabricado por mãos humanas;
Nasceu o amor capaz de morrer por você.
Mas hoje não vamos falar de morte, porque vida não é morte!
E nasceu a vida! Você é vida e nos apresenta um novo modo de vida, de ver o mundo, um pouco desconhecido ainda; e o desconhecido trás aquele friozinho na barriga, que nos faz sentir um mix de alegria e medo. Medo do mundo, das pessoas más, medo das doenças que existem, medo dos humanos desumanos. Por que a partir de agora, filha, existimos por você, pra te proteger, te cuidar, te amar.

Nasceu um ser tão pequeno, mas tão grande!

Filha, faltam palavras. Estou sentindo tanto amor por você!
Obrigada pela sua vida e por me tornar mãe!
Seu pai e eu estamos estasiados, anestesiados, abobados, apaixonados. E acho que isso é crônico!

Tudo o que desejo, é que você desfrute de muitos 30 de junhos!
Seja bem-vinda! Que Deus seja glorificado através da sua vida, Clarice.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...